RSS

Pluma - E Grito

Sinto o toque do chão
mergulho na areia fria
Vejo ao longe o céu urgente
está a gritar
Perco as horas
sinto as ondas pulsar de vida
suspeito que é este o meu lugar

(Refrão)
Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma

Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma... E grito

Sinto sangue fervente
sinto a alma vazia
Respiro fundo e sinto o sal secar-me a pele
É um sopro dormente, quebra a nostalgia
É um mar de riso e choro
quadro de papel

Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma

Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma

Quero fugir
Quero me libertar
Quero sair
Procuro resgatar
O que resta de mim

Quero fugir
Quero me libertar
Quero sair
Procuro resgatar
O que resta de mim

E grito
E grito
E grito
Eu grito

3 comentários:

Anónimo disse...

bigada por arranjares a muxika!!!
já andava á procura dela...man n encontrava

Webmaster disse...

Já podias ter dito, sempre que quiseres alguma manda comentário! :)

Anónimo disse...

e fixe xo k axo k tu te armas muito par o meu gosto