RSS

Floribella - Ding Dong

Tudo o que eu sempre sonhei
Tudo aquilo que sempre esteve tão longe
Foi só por ti que eu esperei

E agora que tu estás aqui
Quando eu por ti passo, quero um abraço
Pois em ti eu descobri

Oiço os sinos que tocam e me deslocam
P’ra um mundo só meu
Onde sei que o nosso amor se esconde
E ninguém nos separa, conde

Ding dong, ding dong
Tocam os sinos do amor
Quando estou contigo
Ding dong, ding dong
Pois eu sei bem que onde eu fôr
Tu estarás comigo

Tu és a minha canção
És som de um violino
O toque de um sino
Ao qual não sei dizer não

Cada vez que o sino tocar
Eu e tu um caminho, um só destino
Onde ninguém vai entrar

Oiço os sinos que tocam e me deslocam
P’ra um mundo só meu
Onde sei que o nosso amor se esconde
E ninguém nos separa, conde

Ding dong, ding dong
Tocam os sinos do amor
Quando estou contigo
Ding dong, ding dong
Pois eu sei bem que onde eu fôr
Tu estarás comigo

0 comentários: